Faz sentido dobrar o curso de finanças e economia? Eles são essencialmente a mesma coisa?

Respostas

10/05/2022
Varhol

Para sua informação, sou formada em economia, finanças e contabilidade. E já trabalhou em todas essas profissões, além de ter ensinado as três. Portanto, tenho um entendimento muito sólido de como eles se relacionam, são semelhantes e diferem. Finanças e economia não são a mesma coisa, mas compartilham muitos conceitos e estão intimamente relacionadas. Então eles se encaixam muito bem.

Por exemplo, em economia, você aprenderia sobre taxas de juros e custo de oportunidade. As taxas de juros também são importantes nas finanças! E o conceito de custo de oportunidade é usado em finanças com algo como o trade-off de recompensa de risco. Portanto, economia, finanças e contabilidade compartilham muitos conceitos em comum! Mas eles também usam alguns desses conceitos de maneiras diferentes e podem usar terminologias diferentes.

Em economia, o dinheiro não é considerado um recurso! Recursos são coisas usadas para produzir bens e serviços. O dinheiro é uma forma de pagamento para obter recursos. Então, quando dizemos capital noivo, geralmente se refere a dinheiro. Mas quando você o usa em economia, está se referindo a ferramentas, que são recursos.

Portanto, como a economia e as finanças estão intimamente relacionadas, é possível dobrar o curso e ter mais passagens entre as classes.

Borreri Guhr
Mercado de Ativos Físicos são ativos tangíveis e podem ser vistos, tocados e liquidados em caso de inadimplência para liquidar dívidas, do ponto de vista contábil. Exemplos de ativos físicos são veículos, imóveis, máquinas, ouro e outras formas de recursos tangíveis. O ativo físico está sujeito à depreciação; em outras palavras, eles geralmente sofrem uma redução no valor devido ao desgaste do ati...

Deixe um comentário para